05/06/2008

"Quando a última árvore for derrubada, o último rio secar, o último peixe for morto, é que o homem vai saber que dinheiro não se come..."

05 DE MAIO : DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE!!!


Não só hoje, mas todos os dias, vamos pensar em como estamos tratando esse meio ambiente do qual fazemos parte. E compreender, e assim tentar reverter o processo, que a falta de água, de alimento, catástrofes que estão acontecendo, etc são consequências dos nossos atos de violência com a natureza.

A SACRALIDADE DA ÁGUA

É de consenso entre as comunidades científicas e sociais que a água possui papel determinante na perpetuação das espécies bióticas do planeta Terra. Todavia um dos maiores problemas enfrentados pela humanidade nas últimas décadas baseia-se na má gestão dos recursos hídricos, problemática que se traduz pela poluição de mananciais, rios e lagos por uma ação humana não introduzida no ideal de sustentabilidade.
Negar a necessidade de ações imediatas que visem deter os graves sintomas já presenciados no âmbito hidrosférico, significa remetermo-nos a uma condição de negligência frente a um problema que possui efeitos tanto futuros quanto presentes.
Analisando esta temática, a igreja Católica tem seguido caminhos que apontam para uma defesa à preservação ambiental, principalmente na questão das águas, fato que podemos recordar com o tema da Campanha da Fraternidade do ano de 2004 que tinha como lema: “Água, Fonte de Vida”.
Seguindo a mesma política ambiental, no último dia 19 o presidente do Pontifício Conselho de Justiça e Paz, Cardeal Rafael Martino, apresentou, no Vaticano, a participação da Santa Sé na Expo 2008, na cidade espanhola de Zaragoza. Trata-se de um evento que ocorrerá entre 14 de junho e 14 de setembro com o tema: "Água e desenvolvimento sustentável".
Essa exposição promete ser muito interessante e produtiva, uma vez que contará com a participação de cem países dos cinco continentes e abordará a dimensão divina e humana da água.
A Santa Sé pretende expor um acervo de 38 peças de arte que evocam o valor da água na vida da Igreja como uma pia batismal utilizada em celebrações solenes de Páscoa. Dentre estas peças, estarão presentes algumas dos acervos do Vaticano.
Segundo uma pesquisa realizada atualmente, estima-se que mais de um bilhão de pessoas não têm acesso à água potável e até o final do século, 3,2 bilhões sofrerão com escassez. A Organização Mundial da Saúde, inclusive, prevê que 1,7 milhão de mortes anuais sejam causadas pelas águas poluídas.
O Cardeal considerou que ao homem foi dada a responsabilidade de cuidar da criação. Citada no Antigo e no Novo Testamento, a água é portadora de vida e por ela somos convidados a partilhar a vida de Cristo.

Curiosidade: Você sabia que 1 litro de óleo polui cerca de 1.000.000 de litros de água¿
Pensando nisso a equipe de Trabalho Social do JUNAC começou uma campanha de arrecadação do óleo de cozinha.
Tenha uma atitude cidadã! Ajude a natureza participando da coleta do óleo, é muito simples: guarde todo o óleo de cozinha utilizados nas atividades domésticas em um recipiente adequado, depois o encaminhe para um dos integrantes da equipe que repassarão esse material a uma entidade responsável que terá a tarefa de reaproveitá-lo. Uma das principais empresas com esse caráter presente no estado é a Marca Ambiental que se localiza em Cariacica. Maiores informações acesse o link: http://www.marcaambiental.com.br/index2.asp

Um comentário:

henrique disse...

Cuidar dakilo q Deus criou eh dever de todo cristão!

Cara, muito bom esse texto, espero que atraves dele a gelera se conscientize da importancia de se preservar o meio ambiente, preservar o meio em que nos vivemos e do qual nós precisamos cuidar.
Grande abraço a todos!