18/12/2007

Graças ao bom Pai, estamos de férias. Muito merecidas por sinal. Ano corrido, não? Mas é sempre assim. E no final das contas é sempre bom olharmos para trás e ver que valeu a pena nosso esforço.
Nesses primeiros dias de férias, resolvi explorar algumas comunidades do orkut a que pertenço. Sabe essas comunidades que a gente nunca entra? Pois bem. Duas delas, particularmente, me detiveram bastante a atenção. “Aborto não!” e “Aborto é assassinato!”. Devo confessar que esse ócio, ao menos, tem sido produtivo.
Ultimamente, tem-se percebido crescentes manifestações de banalização à vida. Falta de Deus? Talvez. Quem sou eu para falar que falta Deus na vida de alguém. É fato, entretanto, que recentemente, o Congresso do Partido dos Trabalhadores (PT) partido ao qual pertence nosso excelentíssimo presidente aprovou, num acalorado debate, a descriminalização do aborto. Lembrem-se: descriminalização. A palavra “legalização” soou agressiva aos congressistas. Para completar, o atual ministro da Saúde, José Gomes Temporão, resolveu inspirar-se num plebiscito português, que resolve a descriminalização do aborto em fetos com até dez semanas de gravidez. Creio que Temporão esqueceu-se de que a essa altura o bebê já apresenta órgãos vitais, como o coração, sistema nervoso completo e contrações musculares. Com plebiscito ou não, vale recordar que despontamos de um grande aliado, Deus. Com Ele, decerto, podemos encontrar forças para vencer mais esse obstáculo.


Os argumentos utilizados pelos defensores da legaliz... Oops, descriminalização do aborto são especialmente três. O primeiro: “A mulher tem o direito de fazer o que quiser com seu corpo”. Sim, a mulher faz mesmo o que lhe der na telha com seu corpo. Temos livre arbítrio, não? Contudo, isso não inclui matar. Se uma mãe mata sua filha de dois anos, ela é detida. Porém, se a mesma mãe mata um feto de dois meses não lhe cabe punição?! Digo que é, no mínimo, incoerente. Descriminalizar o aborto seria o mesmo que aprovar matanças em série. Jack, o Estripador bem que iria gostar...
E eis o segundo argumento, fraquíssimo por sinal: “A mãe que quer abortar seu filho, vai abortar de qualquer jeito. Então, é melhor entregá-la a um especialista do que a um açougueiro”. Repito, fraco. É o argumento tipo Mãe Dinah. “Se isso acontecer, acontecerá aquilo e aquilo outro”. Se não me falha a memória, Mãe Dinah disse que o Brasil ganharia a Copa de 1998. Bom, não é bem assim que a banda toca. A lei que condena o aborto no Brasil é como um muro. Um ladrão rouba casas, mesmo ela tendo muro, seguranças e cerca elétrica. Então, já que ele vai roubar mesmo, que tal derrubar o muro da casa de vocês e economizar com o salário dos seguranças?
Para finalizar, este terceiro argumento, menos discutido devido a todas as circunstâncias do meio que nos cerca: “E quando se trata de um bebê com doença congênita?”. Sabemos perfeitamente que uma pessoa com essas doenças pode viver bastante tempo e ser muito feliz. É o caso, por exemplo, de Maria de Jesus Ferreira. A menina, do interior paulista, nasceu com anencefalia. Para medicina, é extremamente improvável que alguém com esse tipo de doença possa sobreviver. Entretanto, no último dia 19 de novembro, Maria completou um ano de idade. Há ainda quem não acredite que o nome de Jesus tem poder... Além desse caso existem milhares de outros exemplos de vida. Nem vale a pena ficar gastando saliva, ou dedo, com isso. Basta entrarmos no “google” e constatar.
Despreparo, promiscuidade, covardia, pressão familiar, opressão da sociedade, doença congênita. Essas são as principais causas do aborto em no país. Porém, nada pode justificar esse ato de brutalidade. Essas imagens podem descrever com perfeição o que eu quero dizer: http://br.youtube.com/watch?v=2kTGRFMm0VA.
Por final, gostaria de reforçar que o Senhor Nosso Pai, conhece-nos desde o momento de nossa concepção. Ele nos ama a partir desse momento. E pela nossa VIDA, Ele deu seu filho Jesus à cruz. A letra da música “Vida”, que segue abaixo, interpretada pela cantora Kennia, exprime tudo que eu poderia dizer. Ela, por si só já vale todo o texto.

VIDA
Composição: Eros Biondini


Antes que tu nascesses

Eu já te amava assim

Antes que tu nascesses

Já te queria pra Mim

Antes que no ventre fosses formado

Eu já estava em ti

E já te havia consagrado

A ir falar por Mim

Tua vida é preciosa para Mim

Tua vida é preciosa para Mim

Oh, oh tu foste gerado no amor

Oh, oh tu és semelhança do amor

Ainda que a tua mãe esquecesse de ti

Não te deixaria esquecido por aí

Oh, oh tu fostes gerado no amor

Oh, oh tu és semelhança do amor

Oh, oh tu fostes gerado no amor

Oh, oh tu és semelhança do amor


No mais, gostaria de desejar ao JUNAC um feliz Natal, com muito amor e paz reinando em nossos lares.
Abraço a todos!
Paz e bem!
PS: Após ter terminado o texto encontrei um vídeo muito lindo que gostaria de partilhar com vocês. Nada mais lindo do que a transformação do choro de uma criança ao nascer em um sorriso por estar viva. “A ciência pode explicar perfeitamente como é gerado um feto, mas consegue explicar como é gerada a alma dele?”.
http://br.youtube.com/watch?v=c0Rom8vm4Go

3 comentários:

**RENATA** disse...

nossa...

irado0, lucas!
mandou benzão! :D


axo q esse artigo veio a calhar pra essa época de natal neh?
em que ansiamos o nascimento de Jesus em nossas vidas!
axo q nascimento eh algo mto grandioso, um fato q nao deve ser menosprezado dessa forma que vem sendo feito com tantos abortos! =/
privar alguém de viver eh algo inadmissível!
sei la, cara...fico ate sem palavras!

só peço que a misericordia de Deus venha sobre todos esses que não sabem a dimensão do que fazem!

no mais....

feliz natal pra todos! =D

que Jesus possa encontrar em nossos corações um bom lugar para nascer e reinar!
abramos então, as portas do nosso coração... ja dizia Eliana! xD

PS: a musica da kennia...amo0o0o!S2
ahuahuahuah

..
*

Vinicius disse...

Hummm... :)

Ficou legalzao msm!!!

Precisamos de conscientização, na verdade a nação toda né?! Virando caos já! =/

Mas podemos dar nossa contribuição de mensageiros da verdade! _o/

Feliz Natal a todos e bom fim de ano!

Vini Mota

natacia disse...

poxa... muito bom Lucas!!!
me emocionou!

disse tudo!

ninguém tem o direito de matar... Deus nos deu a vida para que cuidemos dela..

ABRAÇO...

PAZ E BEM!